Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Palestra de representantes do projeto Calha Norte lota auditório do IDAM

23 de Novembro de 2017

Com o apoio da Associação amazonense de Municípios (AAM), nesta quinta-feira, 23 de novembro, no auditório do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (IDAM), órgão integrante do Sistema Sepror, ocorreu, durante todo o dia, uma palestra de apresentação do Projeto Calha Norte para membros do Instituto e representantes de vários municípios do estado do Amazonas.

De Brasília, onde está cuidando de assuntos relacionados aos municípios, o presidente da AAM, reforçou a importância da participação na iniciativa. "Não podemos perder recursos importantes, por isso a associação está empenhada em levar orientações para os gestores municipais e ajudar no desenvolvimento do interior", afirmou.

Para o diretor-presidente do IDAM, João Campelo, esse momento é de grande importância para o desenvolvimento dos municípios. “Essa iniciativa, com a presença dos membros do projeto Calha Norte, dando explicações sobre como as prefeituras podem ser contempladas com esses recursos oriundos do governo federal, é essencial”, afirmou.

O projeto Calha Norte tem 30 anos de atuação no Amazonas, sendo coordenado pelas forças armadas, Marinha, Exército e Aeronáutica, levando infraestrutura, assistência médica, promoção social, transporte, segurança entre outros benefícios para os povos da região norte do país. Os recursos ofertados pelo Calha Norte, podem chegar até 5 milhões, destinados a construção de obras e aquisição de equipamentos.

Para que as prefeituras possam adquirir tais recursos por meio de convênios e emendas parlamentares, deve-se seguir uma série de orientações. Segundo o Coronel Marcelo Oleskoviz, chefe da equipe do projeto, o objetivo principal do evento é orientar os representantes dos municípios sobre as principais causas das percas de recursos e trazer as novidades da nova portaria interministerial (424), que vai alterar procedimentos de execução de prestação de contas. “Nosso objetivo é contribuir para que os prefeitos tenham uma gestão mais efetiva e ágil, no sentindo de não perder recursos, conseguindo receber mais emendas parlamentares, e também estamos aqui para aproximar os municípios de Brasília”, explicou Marcelo.

Fonte: Assessoria de Comunicação da AAM

registrado em:
Fim do conteúdo da página